quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

A consciência Individual Se Manifesta.


O pouco-muito ar que saia de seus Pulmões ia direto para os balões,eles tinham que dividir a atenção do ar entre vermelho,branco,amarelo e azul.Não haviam preferencias apenas a vontade de encher todos e depois vê-los subindo para o espaço,como um tiro de canhão.

A hora se aproximava, a consciência antes oprimida,esperava ansiosamente para dar o seu grito,grito que anunciava a vinda da liberdade -não aquela prevista em lei- a liberdade que não esta escrita em um papel,mas pode ser vista no coração de cada um.

Um deles caminhou em direção ao palanque,onde se encontrava o czar-Mais um ditador da época- Então ele se pôs a gritar bem altoo.

-Viva a Mentira! Viva a Mentira! Viva a Mentiraa!

Os balões azuis,vermelhos,brancos e amarelos o acompanhavam em plena sincronia como se estivessem em uma grande dança.Sim,pode parecer absurdo,mas aqueles balões adoravam dançar,dançar nas mãos,dançar no ar,dançar no mar...

Então surgiu um soldado,daqueles que são pagos para manter a ordem e a farsa do espaço,do estado e disse:

-Desculpe,senhor,mas não é permitido protestos aqui.

Ele se retirou,caminhou em direção aos seus 'companheiros',apesar de toda aquela repressão,nenhum deles soltou seus balões,pois todos sabiam o momento exato de solta-los ao ar e assim a luta consciente e individual continuo a se manifestar

Elizabeth Viana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário